Tecnologia: meio ou fim?

A tecnologia deve ser usada como inovação nos planejamentos das aulas, mas deve ser o foco central da mesma, ou uma metodologia de apoio ao professor para que haja o melhor desenvolvimento dos alunos?

Um professor de Geografia do sétimo ano, fez um curso de tecnologia educacional e aprendeu como utilizar a realidade virtual. Pensou, então, em utilizar essa nova descoberta  para visitar diferentes espaços urbanos brasileiros, tema que desenvolveria com seus alunos nas próximas semanas.

A tecnologia como metodologia.Av. Paulista vista pelo Google Earth no Modo 3D.

A aula foi um sucesso! Os alunos se encantaram com a realidade virtual. Não quiseram somente visitar os diferentes espaços urbanos, como também quiseram descobrir museus, catedrais, e os microscópicos seres celulares. O planejamento de duas aulas se estendeu para uma semana inteira descobrindo a nova ferramenta.

Sucesso!!!

Sucesso???

O que há de incoerente entre a ideia do professor e o resultado da aula?

É fantástica a ideia de alunos interagindo com as ferramentas tecnológicas disponíveis, no entanto, é necessário que haja uma reflexão sobre o plano de aula, sabendo quais são os objetivos e metodologias que adequadas aos mesmos.

No planejamento das aulas as diversas inovações podem ser embutidas como meios de se atingir o objetivo central da aula, porém, deve se ter o cuidado de manter esse objetivo sempre claro (para alunos e professor), assim a inovação não toma o lugar central.

Como fazer isso um bom planejamento com inovação?

Podemos elencar alguns itens indispensáveis para que o plano da aula permaneça em seu propósito:

  • Planejamento é indispensável: não há como um professor entrar para dar uma aula sem um planejamento eficaz daquilo que pretende alcançar, portanto, planejamento prévio de todas as propostas, inclusive pensando no tempo proposto para cada parte. Isso não deve ser um engessador da prática, mas deve ser um alerta ao professor.
  • Domine a ferramenta de inovação: lembrar que estamos trabalhando com alunos que dominam muito mais rapidamente as inovações do que o professor. A ideia é  não “testar” uma ferramenta em classe. Tudo o que for proposto deve ser conhecido pelo professor anteriormente. Se for um jogo, jogue-o, se for um Quizz, responda as perguntas e assim por diante. Não é somente demonstrar segurança, mas tê-la, de fato, ao propor.
  • Avalie e auto-avalie: um professor que entende a importância de alcançar seus objetivos, e principalmente, valoriza o protagonismo do aluno, sabe também o quão necessário é avaliar sua prática. 
  • Lembre-se dos objetivos constantemente: volte nele quantas vezes for necessário para não perder o foco.

Tem mais?

Sim. A prática docente deve ser repensada constantemente. Para isso, metodologias, processos e currículos devem ser estudados e costurados, de maneira que sejam coerentes entre si. No entanto, há muitas habilidades em questão para que essa fluidez seja atingida. 

Quer isso para sua equipe?

Podemos te ajudar! A Íntegra Educacional está apta e preparada para aplicar a tecnologia como metodologia, levando à sua equipe uma capacitação de qualidade, pensando currículos e práticas de forma eficaz e inovadora. Entre em contato conosco para saber mais!

 

Íntegra Educacional e Treinamento LTDA

[email protected]

Tel/Whats: (19) 4115.8322

Valinhos, SP

 

 

Posts Recentes

14 dicas para professores durante a Pandemia de Coronavírus

Nas últimas semanas, um número crescente de escolas e universidades em todo o mundo anunciaram que estão migrando para o aprendizado online devido à Pandemia de Coronavírus. Com isso, milhares de professores estão se reinventando para elaborar experiências de...

10 Motivos para contratar um Instrutor de Tecnologia Educacional

A função de Instrutor de Tecnologia Educacional é tão importante quanto o mundo da tecnologia em si. Esses especialistas auxiliam professores e alunos com a utilização e integração de ferramentas tecnológicas para o aprendizado, além de auxiliar na construção de um...

Planejamento dos Professores 2020

Já começou a pensar no planejamento dos professores de 2020? O planejamento dos professores, em especial, os do início de ano letivo, são excelentes para fomentar a criatividade dos professores, engaja-los e desenvolver estratégias para dar novo significado à prática...